Cuidados com a gengivite na gravidez

Cada vez mais os estudos clínicos consideram as doenças periodontais ou a gengivite como fatores de risco para o parto prematuro ou ao baixo peso do bebê ao nascer. As bactérias provenientes dessas infecções na boca podem escapar para a circulação sanguínea e, no corpo da gestante, conseguem se fixar na placenta que envolve o útero. Essa reação inflamatória é reconhecida como uma ameaça ao bebê, antecipando o trabalho de parto. Daí a importância de uma consulta preventiva antes da gravidez e o acompanhamento odontológico durante a gestação. Além disso, um programa rigoroso de higiene oral, remoção de placas e limpeza, que pode ser feito em qualquer fase da gravidez.