Fio Dental: Conheça os benefícios do seu uso regular

Passar o fio dental, para muitos, é o momento mais chato da higiene. Mas, esse simples ato ajuda, e muito, na manutenção da higiene dos dentes. Ele auxilia na retirada da placa dos dentes e evita a formação de cáries e gengivite. O ideal é utilizar diariamente, de preferência sempre após as refeições, mas é importante passar o fio dental pelo menos uma vez por dia. Mas a pergunta que fica é: devo usar o fio dental ou a fita dental?

O fio dental, segundo a Associação Americana de Odontologia (ADA), é um fio fino de monofilamentos de plástico trançados ou filamentos de nylon que é mais fino que a fita dental, sendo essa, mais larga e mais plana. A escolha de uso, depende bastante do conforto do usuário e da eficácia de limpeza. Para pessoas cujos dentes são bem juntos, o uso de fio ou fita dental encerados é o mais indicado. Enquanto para pessoas com dedos grandes, a fita dental pode ser uma grande aliada e facilitadora.

A ideia é que o fio dental ou fita dental retire os restos de comida e a placa bacteriana que possam ter ficado presos nos dentes e a escova não alcança. Com 15 cm a 25 cm, a orientação é usar em forma de “C”: colocar o fio entre os dentes, mover o fio dental para frente num movimento de empurrar e puxar como se abraçasse o dente.

Em relação ao tipo de fio dental ou fita dental, existem modelos com ação whitening ou Superfloss que são algumas das opções disponíveis no mercado. Mas a melhor recomendação é aquela indicada por um profissional. Por isso, conte com a Brasildental para ter acesso a diversos profissionais especializados e planos completos para toda a família.

Fontes: Uol e Sorrisologia

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Chupeta e a saúde bucal do bebê

A chupeta é um acessório que existe há décadas nas vidas dos bebês, mas este hábito pode causar problemas a saúde bucal da criança? A resposta é sim, a famosa chupeta, por mais que funcione como um calmante para o bebê, pode apresentar riscos à formação dos dentes e maxilar, deformação da face e disfunções respiratórias e nutritivas, bem como, problemas mais profundos ligados ao sono e à ansiedade, mastigação e fala.

No entanto, pode entortar os dentes por conta da chupeta, não acontece até os 3 anos de idade. Porém, é preciso ficar atento às bactérias e infecções que o bebê pode adquirir através da chupeta não higienizada corretamente. É fundamental consultar o dentista desde os primeiros meses de vida da criança, ele é o profissional que irá orientar sobre todos os assuntos relacionados à saúde bucal.

Para bebês que que já possuem o hábito, é preciso ter em mente que retirar completamente a chupeta não faz bem, essa transição precisa ser feita aos poucos e explicando para a criança os motivos e que o certo é apenas usar o acessório até certa idade. Além disso, é muito importante manter o acompanhamento da saúde bucal, levando a criança regularmente no dentista especializado no tratamento infantil. A Brasildental possui o plano ideal para crianças, com profissionais odontológicos especializados e com a didática ideal para lidar com bebês e crianças, conheça o Dente de Leite.

Fontes: Eclinicodontologia e Clinicaodontoquality

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!