Estética dental e autoestima

Um belo sorriso abre muitas portas, o que garante a autoestima sempre em dia. Por isso, cada vez mais pessoas têm recorrido à estética dental para melhorar a qualidade de vida e recuperar a confiança perdida. Na maior parte dos casos, a busca por uma melhor estética do sorriso acaba contribuindo com a manutenção da saúde bucal, permitindo o tratamento e a prevenção de outros problemas dos dentes e gengivas.

A felicidade e autoestima muitas vezes estão associadas a um belo sorriso, onde os dentes brancos e alinhados são bastante valorizados. É bem verdade, que nem todo mundo nasceu com bela dentição: dentes tortos, escurecidos, com manchas ou espaçamento entre eles e vincos ao redor dos lábios costumam deixar as pessoas constrangidas ao sorrir. Essa insegurança ao manifestar emoções ou mesmo interagir com outras pessoas prejudica a autoestima desses indivíduos e não se sentir-se bem consigo compromete, inclusive, nos relacionamentos pessoais e profissionais. É por isso que usar a estética para corrigir problemas dentais causa um impacto positivo importante na qualidade de vida dos pacientes.

A odontologia estética ou dentística a área que pode ajudar você a melhorar seu sorriso e recuperar a segurança para interagir com as pessoas. Mas a estética dental traz outros benefícios que melhoram sua qualidade de vida e saúde bucal, como a promoção da saúde bucal. É importante lembrar que qualquer procedimento estético deve ser realizado por um profissional que irá realizar uma série de avaliações para definir o melhor tratamento.

A Brasildental conta com o Plano BB Dental Estética que visa cobrir e auxiliar você na busca do sorriso perfeito. Além de contar com mais ampla rede credenciada e mais de 200 coberturas.

Fontes: Sorridents

 

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde. 

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Como encontrar nossas especialidades na rede credenciada

A odontologia brasileira conta com 23 especialidades odontológicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), cada uma delas com as suas particularidades. Sendo que as principais são: clínico geral, cirurgia bucomaxilofacial, odontopediatria, endodontia, periodontia, prótese dentária, implantodontia, ortodontia, dentística, radiologia odontológica e imaginologia.

Todas essas especialidades estão presentes na Brasildental, com mais de 31 mil profissionais credenciados e planos com cobertura para as mais diversas especialidades e idades.

Através do nosso site, você pode encontrar o profissional que desejar pela nossa rede credenciada. Basta acessar o site bbdental.com.br e clicar na aba “encontre um dentista”. Em seguida, escolher sua rede e produto ANS. Após isso, escolha o estado em que reside, junto da sua cidade e especialidade odontológica escolhida, em alguns casos, é necessário também escolher o bairro desejado. Seguido esses passos, serão indicados todos os profissionais que atuam na localidade, junto com endereço, CRO e telefone para contato.

Viu como é fácil? Agora você pode procurar o profissional ideal e que cabe no seu plano sem precisar sair de casa ou ficar horas intermináveis no telefone. E não é só isso, você também pode ter acesso à rede credenciada por meio do APP BB Dental.

 

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde. 

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Entenda o que é contato prematuro e suas consequências

O contato prematuro ocorre quando a restauração, seja por canal, obturação ou coroa, fica mais alta que o dente original, fazendo com que ele toque no outro dente antes dos demais, causando sobrecarga funcional.  Pode ter origem patogênica ou fisiológica e na maioria dos quadros clínicos, há manifestação de complicações oclusais como a DTM. O problema influencia diretamente na nossa saúde bucal, incorrendo em risco de desalinhamento dos dentes, má oclusão, alteração na função mastigatória e fonética, perda de restaurações e até mesmo do dente.

O tratamento para o contato prematuro se dá através do ajuste oclusal, que consiste na localização dos pontos de contato prematuro e removê-los, “lixando-os” levemente, permitindo assim que a mandíbula assuma sua posição mais adequada e com a musculatura equilibrada. No adulto esta técnica aumenta o conforto muscular e a eficiência da mastigação, bem como previne e soluciona problemas periodontais.

Os casos de contato prematuro podem sobrecarregar um ou mais dentes abalando a estrutura de suporte, tornando o dente dolorido e com mobilidade. Enquanto na criança, além de todos estes benefícios, o ajuste oclusal é fundamental para a prevenção, pois ajuda a obter um funcionamento ideal da musculatura da boca que tem como consequência direta o bom desenvolvimento e crescimento dos ossos da face.

A realização do tratamento e diagnóstico do contato prematuro deve ser feito por um dentista especializado, por isso, ter acesso a um plano odontológico é mais que necessário. A Brasildental possui planos completos para toda família, com preços acessíveis e mais de 31 mil profissionais especializados nas mais diversas áreas da odontologia.

Fontes: Sorriso Saudável e UNICAMP.

 

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde. 

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Saiba como é formada a cárie

A cárie é uma lesão nos dentes causada por ácidos produzidos pela placa bacteriana (biofilme), conjunto de bactérias presentes naturalmente na boca. As bactérias produzem o ácido criado a partir dos restos de alimentos, principalmente açúcar, e com isso, destrói o esmalte dos dentes, daí a importância de manter uma higiene bucal constante, a fim de remover quaisquer resíduos e proteger a região oral com flúor.

O primeiro sinal da cárie, é a formação de manchinhas brancas e opacas na superfície do dente, caso o paciente as identifique e procure rapidamente um dentista, essa marca pode não evoluir. No entanto, se isso não acontecer, o próximo efeito será a formação de cavidades, que podem ser observados através de pequenas bolinhas marrons que ficam na superfície dentária.

A partir do momento em que a cárie evolui para esse pequeno buraco, outros incômodos podem ser notados como sensibilidade, dor e desconforto devido a retenção de alimento no local. Se não tratada, a cárie avança para inflamação da gengiva e a infecção pode chegar à raiz, com formação de abscessos, perda do dente e acometimento de ossos e outros dentes da região.

O tratamento depende da fase da cárie. Quando ela está inativa e ainda não provocou danos ao esmalte, a aplicação de um revestimento fino de resina branca ou transparente chamado selante, na superfície do dente, é suficiente. Quando a cárie já atacou o esmalte e provocou danos à estética ou dificuldades para mastigar, pode ser necessária uma restauração dentária. Dependendo da extensão da cárie, é aplicada anestesia local. Em seguida, o dentista usa brocas para remoção de todo o tecido destruído. Na etapa seguinte, após limpeza da região, é necessário preencher o espaço com uma substância que devolverá a forma original do dente, em um procedimento conhecido como obturação.

O diagnóstico e tratamento de cáries deve ser feito sempre por um profissional com base nos sintomas e exames. Para isso, conte com os planos da Brasildental que são completos e garantem que você tenha um atendimento profissional especializado.

Fontes: SorrisologiaDrauziovarella  

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde. 

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Edema gengival e suas causas

O inchaço na gengiva ou edema gengival pode ter como origem pequenos traumatismos ao escovar os dentes, alguma irritação relacionada a alimentação, entre outros fatores. Os casos em que há um aumento no volume da gengiva devido a uma agressão externa não implicam em qualquer preocupação relevante. No entanto, as gengivas inchadas podem ser um sinal de doença periodontal e/ou dentária, algumas delas potencialmente graves, como: gengivite, periodontite, cárie dentária, abcessos e pericoronarite do dente siso. Essas patologias responsáveis pelo endema gengival, se não forem tratadas corretamente e antecipadamente, podem evoluir e desencadear graves problemas nas gengivas e nos dentes.

O tratamento depende da causa, por isso é muito importante que o diagnóstico aconteça o mais rápido possível. Normalmente é usado medicamento anti-inflamatório para ajudar a desinflamar a gengiva, permitindo também aliviar a dor. Contudo, os anti-inflamatórios não permitem tratar definitivamente o problema nos casos em que existe alguma doença relacionada.

prevenção do edema gengival poder ser feita através da escovação correta dos dentes e com uso do fio dental; não usar força na escovação; ter uma alimentação rica e variada em vitaminas; abandonar hábitos prejudiciais à saúde, como fumar; hidratar-se corretamente; dormir bem e visitar o dentista regularmente. Conte com a Brasildental para realizar as suas consultas com profissionais especializados e planos que cabem no seu bolso.

Fontes: Saude Bem Estar

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde. 

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!