Quais os cuidados devemos ter com o aparelho ortodôntico?

Com a função de corrigir a dentição, os aparelhos ortodônticos merecem uma atenção especial, principalmente no quesito limpeza. A primeira recomendação, é justamente a higiene redobrada, tanto em relação aos dentes, quanto ao próprio aparelho indicado ao uso.

Em relação à alimentação, é importante evitar alimentos muito duros e pegajosos que podem danificar o aparelho, quebrar os bráquetes ou amassar os arcos. No caso de aparelhos móveis, é sempre importante guardá-lo em um estojo próprio e higienizado.

Ao consumir balas, caramelos, pirulitos, entre outros doces, escove os dentes logo após o consumo. Para quem usa aparelho o ideal é usar uma escova com uma grande quantidade de cerdas e elas devem ser ultramacias. Um diferencial para aumentar a eficácia da higiene é a escolha por escovas que possuem canaleta central, pois facilitam a limpeza dos bráquetes durante a escovação dos dentes. Não esqueça do fio dental, ele ainda é necessário e você pode contar com a ajuda de um passa-fio, o dentista pode auxiliar na escolha dos materiais mais adequados para as suas necessidades, tanto na hora de escovar quanto na hora de passar o fio.

É interessante observar seus hábitos pessoais, como roer as unhas ou mastigar pontas de lápis e canetas. O momento de parar é agora: esses hábitos podem amassar partes ou quebrar as peças do seu aparelho ortodôntico, seja ele fixo, seja móvel.

Nunca mexa no seu aparelho, o arranjo, pressões e forças são estabelecidas por um profissional especializado e somente ele pode mexer e alterar. Cutucar com os dedos, pode desajustar o funcionamento das peças e dificultar o tratamento. Também é fundamental não pular as visitas ao ortodontista, que geralmente são realizadas mensalmente, para que o seu tratamento não se prolongue além do necessário e siga o plano feito pelo profissional.

No entanto, dúvidas sempre podem surgir e a melhor resposta você terá com o seu ortodontista. Para iniciar ou retomar o seu tratamento você pode optar pelo plano odontológico BB Dental Orto que tem diversas coberturas além da colocação e manutenção do aparelho.

Fontes:  Odontosystem, Sorriden, Sorridents e Benattiodontologia

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Fio Dental: Conheça os benefícios do seu uso regular

Passar o fio dental, para muitos, é o momento mais chato da higiene. Mas, esse simples ato ajuda, e muito, na manutenção da higiene dos dentes. Ele auxilia na retirada da placa dos dentes e evita a formação de cáries e gengivite. O ideal é utilizar diariamente, de preferência sempre após as refeições, mas é importante passar o fio dental pelo menos uma vez por dia. Mas a pergunta que fica é: devo usar o fio dental ou a fita dental?

O fio dental, segundo a Associação Americana de Odontologia (ADA), é um fio fino de monofilamentos de plástico trançados ou filamentos de nylon que é mais fino que a fita dental, sendo essa, mais larga e mais plana. A escolha de uso, depende bastante do conforto do usuário e da eficácia de limpeza. Para pessoas cujos dentes são bem juntos, o uso de fio ou fita dental encerados é o mais indicado. Enquanto para pessoas com dedos grandes, a fita dental pode ser uma grande aliada e facilitadora.

A ideia é que o fio dental ou fita dental retire os restos de comida e a placa bacteriana que possam ter ficado presos nos dentes e a escova não alcança. Com 15 cm a 25 cm, a orientação é usar em forma de “C”: colocar o fio entre os dentes, mover o fio dental para frente num movimento de empurrar e puxar como se abraçasse o dente.

Em relação ao tipo de fio dental ou fita dental, existem modelos com ação whitening ou Superfloss que são algumas das opções disponíveis no mercado. Mas a melhor recomendação é aquela indicada por um profissional. Por isso, conte com a Brasildental para ter acesso a diversos profissionais especializados e planos completos para toda a família.

Fontes: Uol e Sorrisologia

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Chupeta e a saúde bucal do bebê

A chupeta é um acessório que existe há décadas nas vidas dos bebês, mas este hábito pode causar problemas a saúde bucal da criança? A resposta é sim, a famosa chupeta, por mais que funcione como um calmante para o bebê, pode apresentar riscos à formação dos dentes e maxilar, deformação da face e disfunções respiratórias e nutritivas, bem como, problemas mais profundos ligados ao sono e à ansiedade, mastigação e fala.

No entanto, pode entortar os dentes por conta da chupeta, não acontece até os 3 anos de idade. Porém, é preciso ficar atento às bactérias e infecções que o bebê pode adquirir através da chupeta não higienizada corretamente. É fundamental consultar o dentista desde os primeiros meses de vida da criança, ele é o profissional que irá orientar sobre todos os assuntos relacionados à saúde bucal.

Para bebês que que já possuem o hábito, é preciso ter em mente que retirar completamente a chupeta não faz bem, essa transição precisa ser feita aos poucos e explicando para a criança os motivos e que o certo é apenas usar o acessório até certa idade. Além disso, é muito importante manter o acompanhamento da saúde bucal, levando a criança regularmente no dentista especializado no tratamento infantil. A Brasildental possui o plano ideal para crianças, com profissionais odontológicos especializados e com a didática ideal para lidar com bebês e crianças, conheça o Dente de Leite.

Fontes: Eclinicodontologia e Clinicaodontoquality

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Sorriso trincado não dá!

O dente trincado é caracterizado pelo surgimento de uma rachadura ou fenda no esmalte dentário, independente de ser visível ou não. Essa rachadura pode ser causada por apertar demais os dentes, como em casos de bruxismo; ao forçar demais a mandíbula, como ao morder algo muito duro; mordida desalinhada e dentes com grandes restaurações.

Os sintomas de um dente trincado variam de acordo com a gravidade da lesão, podendo causar desde dores leves a intensas ao mastigar ou beber e sinais de sensibilidade. O tratamento e diagnóstico deve ser dado por um profissional, que realizará um exame bucal completo, radiografias e uso de aparelhos para auxiliar na detecção para indicar qual o melhor tratamento.

As restaurações variam desde adesivo ou coroa, nos casos mais leves, à implantes dentários, em casos mais graves. Tudo depende do dentista que irá avaliar e a Brasildental, com seus planos completos e variados, garante um profissional de qualidade e um sorriso saudável.

Fontes: Sorridents, Tua Saúde, Amoodontologia

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

O que é a articulação temporomandibular (ATM)?

A articulação temporomandibular (ATM) é a principal entre o crânio e a mandíbula, responsável pelo movimento de abrir e fechar a boca e o encaixe da mandíbula com os ossos do crânio. Essa região é bastante complexa e sensível.

Um dos problemas que podem ocorrer com a ATM é a sua disfunção, considerada uma anormalidade da articulação e/ou dos músculos responsáveis pela mastigação. Essa disfunção pode causar sintomas como: dores de cabeça, dores de ouvido, zumbido no ouvido, dificuldade para mastigar, desgaste dental excessivo, sensação de mandíbula travada, tonturas, etc.

As causas mais comuns, para que isso ocorra, são a mordida incorreta, falta de dentes, próteses mal adaptadas ou gastas e aperto ou ranger de dentes. Independente do motivo, o diagnóstico e tratamento deve ser feito com o auxílio de um especialista: o cirurgião-dentista. Esse profissional, não só indicará o melhor tratamento, mas também, formas de aliviar os sintomas, como medicamentos, protetores bucais e técnicas de relaxamento da musculatura.

Um plano odontológico é essencial, com os planos BB Dental você tem a garantia de um atendimento rápido e a confiança de ser atendido por um dentista especializado.

Fontes: Colgate e Biblioteca Virtual em Saúde

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Fim de ano: Urgências e Emergências

Fim de ano chegou, junto dele as festividades e a ceia caprichada. No entanto, é nesses momentos de festas e descontração que acabamos mais expostos a riscos, podendo trincar ou quebrar um dente. Por isso, é muito importante saber que pode contar com profissionais especializados na hora da urgência ou emergência.

Você sabe qual a diferença de urgência e emergência?

A urgência é voltada para situações que causam desconforto que merecem atenção especial, mas não potencializam risco a vida do paciente. Já a emergência, são casos críticos que podem levar a situações de vida ou morte. Na odontologia, o mais comum são as urgências, como uma fratura (rachaduras e fraturas nos dentes), infecção ou restauração (substituição de dentes ou reparar estruturas).

Por isso, saiba que você pode contar com um plano odontológico, que libera essas especialidades, após a confirmação do pagamento.

A Brasildental possui planos para toda família e mais de 31 mil profissionais credenciados. Além disso, ainda dispõe da opção Dentista Online, onde você pode tirar dúvidas com um especialista sem sair de casa e saber se o seu caso merece ou não uma atenção especial.

Fontes: Goldencross e Dentalspeed

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Feridas na boca, o que fazer?

Incômodas e chatas, as feridas na boca podem aparecer em qualquer região bucal, podendo ser causadas por diversos motivos, como mordidas, baixa imunidade, consumo de alimentos ácidos, falta de higiene e estresse. Além disso, é preciso ficar atento ao tipo de lesão, sendo as mais comuns: aftas, herpes, candidíase oral e machucados, causados por problemas na mastigação.

Elas podem causar vermelhidão, inchaço, ardência, dor e desconforto para falar e mastigar. Por isso, o ideal é que seja realizado um tratamento com os remédios recomendados pelo dentista. O profissional indicado para tratar desses machucados é o cirurgião-dentista com especialidade em estomatologia, responsável pela prevenção, diagnósticos e tratamentos de doenças da boca e estruturas anexas.

Por essa razão, ter um plano odontológico é mais que necessário, dessa forma, você pode ter um atendimento mais rápido e especializado. A Brasildental tem o plano certo para você, pois conta com diversos profissionais credenciados das diversas especialidades da odontologia.

Fontes: Sorrisologia e Goldencross

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Metas para sua saúde bucal em 2021

Fim de ano chegando e, com ele, os desejos de um novo ano com alegria, prosperidade, sucesso e por que não uma saúde bucal renovada? Antes de pular as sete ondas na virada do ano, faça uma lista das metas que você quer para saúde da sua boca e comece 2021 com um sorriso lindo.

Para alcançar essas metas, pequenas mudanças nos hábitos diários fazem muita diferença e podem renovar o seu sorriso como nunca. Para isso, comece com promessas simples, como visitar o dentista regularmente e passar o fio dental todos os dias.

Caso você já tenha dado esses passos, que tal ousar um pouco? Que tal começar o tratamento indicado pelo seu dentista, fazer uma limpeza ou deixar seus dentes mais brancos com o clareamento? Para concretizar essas metas, é importante ter planejamento e um plano odontológico com as melhores coberturas e condições para você.

A Brasildental possui os planos ideias para você e sua família, desde a infância até a terceira idade, com os melhores benefícios e mais de 31 mil profissionais credenciados das mais variadas especialidades.

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Conheça algumas especialidades da odontologia

Visitar o dentista com regularidade é um ato de carinho que você pode ter com o seu sorriso. Consultas regulares garantem que qualquer problema com seus dentes seja tratado rapidamente, evitando complicações.

Na primeira visita, o profissional verificará o histórico de saúde através de perguntas e buscará compreender as particularidades de cada paciente e analisar suas necessidades. Para isso, alguns exames e cuidados específicos são pedidos. É importante saber um pouco sobre as especialidades da odontologia, para assim, entender melhor o trabalho do seu profissional. Elas são:

Dentística: o objetivo dessa especialidade, além da estética, é auxiliar o paciente a restaurar a função mastigatória e a reabilitação de dentes comprometidos. O especialista nessa área pode fazer o diagnóstico e prognóstico das doenças dentárias e seu tratamento. Entre outros serviços, os profissionais desta especialidade tratam de clareamento dos dentes, uso de resinas diretas, peeling gengival, facetas e restaurações estéticas.

Endodontia:  o profissional dessa área trata de lesões do nervo (polpa), raiz dos dentes e das doenças que atingem essa parte. Ele pode lidar com traumas dentários, fraturas e tratamento de canal, por exemplo.

Implantodontia: área responsável por realizar implantes de dentes, utilizando os materiais para próteses unitárias, parciais ou removíveis e próteses totais. Além disso, ele pode fazer o diagnóstico das estruturas ósseas maxilares, das alterações das mucosas, entre outros.

Odontopediatria: essa especialidade da odontologia é focada no atendimento de crianças, o dentista nesse segmento possui conhecimentos específicos na área infantil e o tato necessário para lidar com os pequenos de forma receptiva e lúdica.

Periodontia: o periodontista estuda, realiza o diagnóstico, previne e trata as doenças gengivais e periodontais. É ele quem pode tratar a placa bacteriana, gengivite e periodontite e realiza procedimentos, como os implantes e enxertos ósseos.

Prótese Dentária: especialização que cuida da recuperação das coroas dentais e da reparação de espaços de extrações, através da confecção de coroas, próteses dentárias fixas, removíveis ou próteses totais e de próteses sobre implantes.

Radiologia: a radiologia exerce diagnósticos por imagem para facilitar o tratamento de cáries profundas, abscessos, tumores, cistos, entre outros. Esses exames incluem radiologia convencional ou digitalizada, tomografia convencional ou computadorizada, ressonância magnética e ultrassonografia.

Acompanhamento odontológico é essencial, principalmente focado na origem do problema com o tratamento de um profissional especializado. Por isso, a Brasildental conta com planos ideias e completos para toda a família, de crianças a idosos, com mais de 30 mil credenciados e profissionais especializados nas demais áreas da odontologia.

Fontes: Boaconsulta e Uniodonto

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!

Dedo na boca? Quais os prejuízos desta ação?

Chupar o dedo é um comportamento instintivo e natural dos bebês, a sensação de conforto acalma a criança, que passa a relacionar a sucção com um estado de segurança e aconchego. Praticado desde o período no útero materno, esse hábito pode gerar problemas fisiológicos, estéticos e emocionais.

Muitos especialistas defendem que o ideal é que o ato de chupar o dedo persista até o primeiro ano de vida, além dessa idade, a criança pode desenvolver atrasos e alterações de fala, atraso do desenvolvimento e amadurecimento da mastigação e deglutição e de posição dos lábios, causando respiração oral ou mista. Por isso, é importante os pais ficarem atentos e investigarem a raiz do problema, contando com a ajuda do pediatra e do dentista da criança. Independente do motivo, profissionais da saúde serão aliados.

Alguns métodos podem ser realizados de forma caseira, de acordo com a recomendação do médico, dentista ou fonoaudiólogo. O importante é sempre ter paciência.

A Brasildental, além de mais de 31 mil profissionais credenciados, contém o plano perfeito para o seu pequeno. O plano BB Dental Dente de Leite é ideal para crianças de 0 à 7 anos, enquanto o plano Dental Júnior é específico para crianças, adolescentes e pré-adolescentes de 8 à 16 anos.

Fontes: Memoria e Sorrisologia

Os artigos publicados em nosso blog têm o intuito de mostrar a importância da saúde bucal. O conteúdo não substitui a orientação dos dentistas ou demais profissionais de saúde.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre Saúde Bucal? Cadastre-se aqui e aproveite!